O mundo é uma bola


Para acabar com a bagunça dos jogadores

Depois do jogo, o técnico Levir Culpi do Fluminense reclamou do grande número de faltas marcadas na partida entre o Tricolor carioca e o Palmeiras (foto: Portal Terra), válida pela 22a rodada do Campeonato Brasileiro deste ano, que terminou com a vitória palmeirense por 2x0. Segundo ele, os jogadores dos dois times fizeram "um festival de simulações" durante o jogo, que teve 36 faltas marcadas, sendo 19 cometidas pelo Palmeiras e 17 pela equipe carioca.

Fluminense x Palmeiras

Levir Culpi afirmou depois do jogo que acha que o jogador que tenta cavar uma falta pode ser considerado desonesto e mentiroso, e o técnico do Fluminense (que foi ex-jogador) aproveitou para se incluir entre aqueles que tentam tirar vantagem dos árbitros. No jogo entre cariocas e paulistas, o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro distribuiu 12 cartões amarelos, sendo sete para o Fluminense e cinco para o Palmeiras.

Do lado do time palmeirense, o técnico Cuca (que também foi ex-jogador) não comentou sobre a atuação do árbitro nesta partida, mas já criticou outros apitadores dos jogos do time alviverde, que se mantém na liderança do Campeonato Brasileiro, com três pontos de vantagem sobre o Flamengo. Entre os jogadores do Palmeiras, o atacante Gabriel Jesus também reclamou que os jogadores chegaram até a rasgar a chuteira dele durante o jogo contra o Fluminense.

Mesmo com a derrota, o técnico Levir Culpi elogiou que o Palmeiras soube aproveitar as bolas paradas que teve durante o jogo, enquanto que o técnico Cuca lembrou que o Palmeiras venceu nas duas vezes em que jogou em Brasília. Na próxima rodada, o Palmeiras terá o clássico contra o São Paulo enquanto que o Fluminense enfrentará o rival Botafogo, que atualmente está próximo da zona de rebaixamento.

Quais as formas que os árbitros podem controlar as simulações dos jogadores na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 08h18 [] [envie esta mensagem] []






E Alisson deseja forza à Roma

O goleiro Alisson (foto: www.correiodopovo.com.br) nunca escondeu que tinha Taffarel como um dos ídolos dele na infância, embora também se espelhe no alemão Neuer e no italiano Buffon, mas depois de ser revelado pelo Internacional (clube em que Taffarel também começou a carreira), o jovem goleiro de 23 anos chega para cumprir outra etapa que Taffarel passou: a de jogar no futebol italiano, ao assinar um contrato com a Roma até 2021. Para trazer o goleiro brasileiro, a Roma que pagou € 7.5 milhões ao Internacional, que ainda conta com Danilo Fernandes, Marcelo Lomba e o jovem Jacsson no elenco do time gaúcho. Na época em que atuava nos gramados, Taffarel defendeu o Parma e a Reggiana, ambos da Itália, mas Alisson garante que também busca se inspirar no sucesso de Falcão para triunfar com a camisa giallorossa e deixar os torcedores romanistas felizes.

Alisson chega à Roma

O primeiro goleiro brasileiro que a Roma teve foi Doni, que atuou pela equipe romana entre 2005 e 2011, e conquistou duas Copas da Itália (nas temporadas de 2006/07 e 07/08, ambas contra a Internazionale de Milão) e uma Supercopa da Itália em 2007 também contra o time neroazzurro de Milão. Doni recomendou que Alisson tivesse a cabeça aberta para poder se adaptar rapidamente ao novo time e que a Roma é uma equipe com bastante torcida (comparável ao Flamengo e ao Corinthians segundo o ex-goleiro), que Alisson iria sentir a presença e o fanatismo da torcida tanto pelo lado positivo quanto pelo negativo, mas que Alisson é um goleiro que defende a Seleção Brasileira e iria se adaptar bem ao novo desafio.

Outro ex-goleiro brasileiro que atuou pelo time da capital italiana foi Júlio Sérgio, que defendeu a equipe entre 2006 e 2013 (com um empréstimo ao Lecce na temporada 12-13) e conquistou a Copa da Itália nas temporadas de 2006/07 e 07/08, ambas contra a Internazionale de Milão. Sobre a chegada de Alisson ao time italiano, Júlio Sérgio lembrou que normalmente a Roma disputa a Liga dos Campeões ou a Liga Europa. Fora de campo, Júlio Sérgio afirmou que a cidade de Roma é maravilhosa e se come muito bem na capital italiana, mas a adaptação ficará mais rápida a partir do momento em que Alisson aprender a falar bem italiano, o que demora de três a seis meses, segundo o ex-goleiro, que ainda comentou que Roma tem muitas opções culturais para que Alisson aproveite fora de campo também.

Depois que encerrou a carreira de jogador profissional, Doni abriu a escola de futebol Donisoccer com duas unidades em Ribeirão Preto, que recebe meninos e meninas de quatro a 16 anos de idade, e tem parceria com o time italiano onde o ex-goleiro jogou. Os melhores alunos da escolinha são selecionados para treinarem na Itália, e o gerente da Donisoccer André Chaves afirma que os alunos podem ir para a Itália com 10 anos de idade para fazer uma avaliação, mas a partir dos 16 anos de idade ele pode ficar permanentemente no país e se o candidato (ou candidata) tiver muito potencial a Roma banca tudo para que o menino ou a menina fique no time e treine na equipe.

Quais os títulos que Alisson conquistará pela Roma na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h35 [] [envie esta mensagem] []






E o dia do Olimpo finalmente chegou para Neymar

Depois de se tornar um dos poucos jogadores a conquistarem a Taça Libertadores (pelo Santos) e também a Liga dos Campeões (com o Barcelona), Neymar (foto: sportv.globo.com) deu mais um passo para entrar para a história como um craque de verdade, ao conquistar a medalha de Ouro nas Olimpíadas deste ano no Rio de Janeiro. Embora já não esteja mais na função de coordenador de seleções (cargo que agora é ocupado por Erasmo Damiani), o ex-goleiro Gilmar Rinaldi também merece ser lembrado, porque foi ele quem demitiu Alexandre Gallo, atualmente no comando do Náutico, e trouxe Rogério Micale para comandar as seleções de base.

Micale e Neymar Brasil X Alemanha Final (Foto: Agência Reuters)

O até então inédito título olímpico também é especial para Rafinha Alcântara, filho do tetracampeão mundial Mazinho, sendo que Mazinho fez parte da seleção derrotada nos Jogos Olímpicos de 1988, quando a exigência era que os jogadores convocados não tivessem disputado algum torneio pela respectiva seleção principal do país que ele defendia. Rafinha, que nasceu em São Paulo (quando Mazinho jogava pelo Palmeiras) sempre fez questão de defender a Seleção Brasileira, ao contrário do irmão Thiago, que nasceu na Itália (quando Mazinho jogava pelo Lecce) e preferiu jogar pela Espanha.

Outra coincidência com a medalha de Prata conseguida em Seul no ano de 1988 é que o jogo contra a Alemanha desta vez também foi decidido nos pênaltis, e naquela ocasião o placar foi de 4x3 para o Brasil enquanto que desta vez os brasileiros venceram pelo marcador de 5x4 nas penalidades. Neymar, que era um dos remanescentes da campanha de 2012 em Londres, não cabia em si de felicidade e disse que muitos jogadores desta equipe ainda podem defender a seleção principal junto com ele nos próximos jogos das Eliminatórias.

Mesmo que exista uma clara e enorme diferença de tratamento dado pela Confederação Brasileira de Futebol ao futebol masculino em relação ao futebol feminino, especialmente no Brasil, desta vez as mulheres não conseguiram conquistar nem a medalha de Bronze no torneio de futebol das Olimpíadas deste ano. Depois de serem derrotadas pela Suécia nas semifinais (e as suecas foram vencidas pelas alemãs na final), as brasileiras perderam também na disputa da medalha de Bronze para o Canadá, pelo placar de 2x1, enquanto que a terceira colocação entre os homens ficou com a Nigéria, que venceu Honduras por 3x2.

Quais jogadores da seleção olímpica do Brasil poderiam ser aproveitados na seleção principal na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h30 [] [envie esta mensagem] []






Um adversário que traz boas lembranças

Brasil e Alemanha se reencontram para a disputa da medalha de Ouro no Rio de Janeiro neste ano, depois de decidirem as semifinais nas Olimpíadas de 88 (foto: www.foxsports.com.br), realizadas em Seul, que o Brasil conquistou a segunda medalha de Prata no futebol das Olimpíadas. Naquela semifinal, o goleiro Taffarel teve uma atuação destacada ao defender as cobranças de Janssen, Klinsmann e Wuttke, mas a equipe comandada por Carlos Alberto Silva foi derrotada pela então União Soviética, que venceu os brasileiros na prorrogação.

Em 1988, Alemanha perdeu do Brasil na semi e ficou com o bronze (Foto: Arquivo/AP)

O Brasil ainda ficou com a medalha de Prata nas Olimpíadas de 84 em Los Angeles, quando perdeu por 2x0 para a França na final do torneio, e também na última edição em 2012, quando os mexicanos derrotaram os brasileiros na final das Olimpíadas disputadas em Londres. Nos Jogos Olímpicos deste ano, enquanto os brasileiros decidem a final contra a Alemanha no futebol masculino no Rio de Janeiro, Honduras joga pela disputa de 3o lugar contra a Nigéria em Belo Horizonte no mesmo dia para decidir a medalha de Bronze.

No torneio feminino, o Brasil disputa o terceiro lugar contra o Canadá no jogo que será realizado em São Paulo, enquanto que a Suécia faz a final do torneio contra a Alemanha, no jogo que também será disputado no Maracanã, um dia antes da decisão do torneio de futebol masculino. Para conseguir a medalha de Bronze, as brasileiras contam com os gols de Beatriz, Cristiane e Marta, mas a defesa brasileira precisará ficar atenta com a artilheira Janine Beckie, que tem três gols marcados no torneio até agora.

No torneio masculino, os brasileiros jogarão contra os artilheiros alemães Gnabry e Petersen, que tem seis gols marcados cada um na competição até agora e lideram a artilharia das Olimpíadas, enquanto que Luan, Gabriel Jesus e Neymar tem três gols marcados cada um pelo Brasil. Nos Jogos Olímpicos de 2012, o artilheiro do torneio foi o brasileiro Leandro Damião, com seis gols marcados, mas os dois gols do mexicano Oribe Peralta na final (ele marcou quatro vezes no torneio) fizeram o México vencer o jogo naquela ocasião.

Qual a chance do Brasil vencer a Alemanha e ficar com a medalha de Ouro deste ano na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h36 [] [envie esta mensagem] []






Eles estão a dois passos do paraíso

Embora Neymar tenha uma atuação discreta na Seleção Brasileira masculina enquanto Marta (foto: www.juruemdestaque.com.br) é uma das protagonistas da seleção feminina nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, ambas estão com chances de conseguir a inédita medalha de Ouro para o futebol brasileiro. No dia 16 de agosto, a seleção feminina joga as semifinais contra a Suécia no Rio de Janeiro e no dia seguinte é a vez da equipe masculina enfrentar a seleção de Honduras, também na capital carioca.

Na outra semifinal feminina, o Canadá joga contra a Alemanha em Belo Horizonte, também no dia 16 de agosto, enquanto que a segunda semifinal masculina será decidida entre Nigéria e Alemanha, que se enfrentam em São Paulo, também no dia 17 de agosto. Na disputa do torneio feminino, a decisão do terceiro lugar será realizada em São Paulo no dia 19 de agosto enquanto que a decisão do terceiro lugar no torneio masculino será disputada no dia 20 de agosto em Belo Horizonte.

Dizem que retrospecto dos jogos passados não ganha jogo, o que até pode ser verdade, mas, se ele servir de inspiração, o Brasil derrotou a Suécia com uma goleada de 5x1 no Rio de Janeiro na fase de grupos do torneio olímpico feminino deste ano, e Marta anotou dois gols naquela partida. No torneio masculino, o Brasil enfrentou Honduras nas quartas de final das Olimpíadas de Londres em 2012, e venceu os hondurenhos por 3x2, com o segundo gol brasileiro daquele jogo marcado justamente por Neymar.

Curiosamente, os dois artilheiros do torneio de futebol das Olimpíadas do Rio de Janeiro, por enquanto, são jogadores da Alemanha, com os seis gols marcados até agora por Gnabry no torneio masculino e os quatro gols anotados por Behringer na disputa do torneio feminino deste ano. No torneio masculino, os melhores marcadores brasileiros são Luan e Gabriel (Gabigol), ambos com dois gols, enquanto que Beatriz, Cristiane e Marta (todas também com dois gols marcados até agora) dividem a artilharia brasileira na competição feminina.

Qual das duas Seleções Brasileiras tem mais chances de ser finalista do torneio olímpico deste ano na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h20 [] [envie esta mensagem] []






Com a benção da cidade natal

Depois de ter a classificação ameaçada, o técnico Rogério Micale (foto: www.espn.com.br) buscou inspiração em Salvador (cidade natal dele) para fazer a seleção voltar ao caminho das vitórias e se classificar para as quartas de final. Com dois gols de Gabigol, um de Gabriel Jesus e outro de Luan o Brasil goleou a Dinamarca e saiu de quase eliminado para classificado em primeiro do Grupo A das Olimpíadas deste ano.

Rogério Micale festeja após a seleção marcar o primeiro gol na Olimpíada

O Iraque surpreendeu e ficou cem segundo no grupo do Brasil, que agora enfrentará a Colômbia nas quartas de final dos Jogos Olímpicos, no próximo sábado, às 22h (de Brasília), na Arena Corinthians, em São Paulo. Mesmo que não tenha marcado nenhum gol, Neymar teve uma boa atuação no segundo tempo e disse ao final do jogo que os atletas vão do céu ao inferno, então devem manter a calma e recorrer aos familiares, porque são eles que os confortam nos momentos tristes.

O próprio Neymar afirmou que ficou muito chateado com as críticas nos dois jogos anteriores e que a torcida tinha que entender o lado dos atletas que dão o máximo e às vezes não conseguem o resultado esperado pelos torcedores. Neymar ainda comentou que sabe que é difícil ter paciência de vez em quando, mas pediu para o público ajudar os jogadores ao invés de criticar eles duramente, como vinham fazendo antes.

Neymar deixou a Fonte Nova mancando, por conta de uma torção no tornozelo direito no fim do jogo, mas esta lesão do atacante não preocupa o técnico Rogério Micale para o jogo das quartas de final contra a Colômbia. Rogério Micale comemorou que o peso da cobrança pela vitória agora foi embora e que os jogadores podem atuar mais leves na próxima partida, especialmente o atacante Gabigol, que é o artilheiro da seleção sob o comando de Micale, com oito gols marcados.

Qual a melhor forma do Brasil superar a Colômbia nas quartas de final na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h25 [] [envie esta mensagem] []






E Micale está se mostrando o novo Lazaroni

O atual técnico da seleção olímpica é o baiano Rogério Micale, que nasceu em Salvador, uma das muitas capitais brasileiras do Nordeste e que fica distante cerca de 20 horas da cidade mineira de Muriaé, onde nasceu o técnico Sebastião Lazaroni, que comandou o Brasil na Copa do Mundo de 90, na Itália, e no último amistoso antes da Copa não evitou a derrota para o combinado da Úmbria, que tem a cidade de Perugia como a capital da região. Pelo time do Perugia naquela época jogava o atacante Artistico (foto: www.ocuriosodofutebol.com.br), que anotou o gol da derrota mais vexatória da história da Seleção Brasileira até hoje. Naquele ano, o então atacante que era fisicamente forte e tinha um bom jogo aéreo (tanto que marcou de cabeça contra o Brasil) trocaria o Perugia pelo Vicenza.

Quanto ao técnico Rogério Micale, ele caminha a passos largos para repetir o feito de Lazaroni a começar pelo vocabulário rebuscado e os termos complexos para explicar conceitos simples que existem há muito tempo no futebol. Com o empate em 0x0 contra o frágil Iraque nas Olimpíadas deste ano, Neymar saiu irritado e teve que ouvir a torcida brasileira pedindo por Marta, que é uma destaques da seleção feminina.

Embora esteja na segunda colocação do Grupo A da torneio masculino de futebol das Olimpíadas, o Brasil joga nesta quarta-feira contra a Dinamarca em Salvador, enquanto que os iraquianos enfrentam a África do Sul em São Paulo. Para se classificar para a próxima fase, o Brasil precisará vencer os dinamarqueses e torcer por um empate ou uma vitória do Iraque ou da África do Sul no outro jogo da última rodada. Na partida do Brasil contra a Dinamarca, só a vitória interessa, mas os dinamarqueses contam com os gols do perigoso atacante Viktor Fischer, que joga pelo Ajax da Holanda.

Depois do empate na partida contra o Iraque, o goleiro Weverton afirmou que a bola tem que entrar contra a Dinamarca, nem que seja "na marra", feito por um zagueiro, lateral ou volante que atuar pela equipe. Um dos responsáveis por marcar os gols é o atacante Gabriel Jesus, que afirma ver a seleção mostrar um bom futebol, apesar da falta de gols, e que a transferência do atacante palmeirense para o Manchester City da Inglaterra não é a razão para a seca de gols que ele atravessa no momento.

Qual será o resultado do jogo entre Brasil e Dinamarca pela última rodada da fase de grupos das Olimpíadas na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h22 [] [envie esta mensagem] []






Olhem também para as mulheres no futebol!

Com uma vitória importante por 3x0 contra a China, que no passado era uma potência no futebol feminino, as mulheres da Seleção Brasileira deram o primeiro passo para tentar a inédita medalha de Ouro do futebol feminino nas Olimpíadas deste ano, inspiradas pela torcida do cartunista Maurício de Sousa, que criou um desenho especialmente para elas (foto: globoesporte.com), em homenagem as filhas Mônica, Magali e Marina. Das três, Marina inclusive joga futebol nos campeonatos amadores da cidade de São Paulo.

Em Olimpíadas anteriores, o técnico da Seleção Brasileira feminina de futebol era bastante desconhecido dos torcedores em geral, mas isso não acontece nas Olimpíadas deste ano, porque a equipe é comandada pelo técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, que entre outros times dirigiu o São Paulo, o Atlético Paranaense, o Corinthians e também o Mogi Mirim, quando Rivaldo defendeu a equipe do interior paulista antes de ir para o Corinthians e depois para o Palmeiras. Desde que Vadão assumiu o comando da equipe nacional em 2014, a Seleção Brasileira feminina foi eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo do Canadá, no ano passado.

Embora as mulheres tenham sido precocemente eliminadas da última Copa do Mundo, elas já venceram três títulos dos Jogos Pan Americanos e também seis vezes a Copa América (que no futebol feminino ainda é chamado de Campeonato Sul Americano), sendo que o último título sul americano veio justamente edição mais recente do torneio, que foi disputada no ano de 2014 no Equador. Um detalhe importante é que o Campeonato Brasileiro de futebol feminino foi disputado pela primeira vez no ano de 1999 e depois foi interrompido, só voltando a ser realizado desde 2013, quando a CBF passou a organizar a competição em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Muitas atletas da Seleção Brasileira, que não defendem nenhum time, recebem apenas uma 'ajuda de custo' (que varia entre R$ 5 mil e R$ 7 mil) da entidade máxima do futebol brasileiro, mas muitas delas atuam em ligas mais estruturadas no exterior e até disputam a Liga Europa feminina ou a Champions League feminina, no caso daquelas que atuam na Europa. Para aquelas que ainda defendem os times brasileiros, resta a disputa do Campeonato Brasileiro (que tem 20 clubes) e da Copa do Brasil feminina, que conta com 32 equipes.

Quais as formas que o futebol feminino pode ser mais popularizado no Brasil na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h20 [] [envie esta mensagem] []






Conheçam o Weverton

Com o corte do veterano goleiro Fernando Prass (que sofreu uma lesão no cotovelo), o técnico Rogério Micale agiu rápido e convocou Weverton do Atlético Paranaense (foto: globoesporte.com) para substituir ele entre os convocados para a Olimpíada, que começa daqui a alguns dias. Com 28 anos, o goleiro do Atlético Paranaense nunca tinha sido convocado para a Seleção Brasileira, mas era um dos destaques da equipe rubro-negra desde que chegou ao time.

Weverton começou a carreira pelo Corinthians, mas não teve oportunidades para jogar no time e logo foi repassado ao Remo do Pará e depois ainda defendeu por empréstimo no América de Natal, Oeste e também no Botafogo de Ribeirão. Na equipe do Pantera da Mogiana ele foi um dos destaques do título do Campeonato Paulista do Interior, vencido em 2010.

Uma das especialidades do jogador tem sido a defesa de penalidades máximas, especialmente nos jogos mais recentes em que ele atuou. Somente no Campeonato Brasileiro do ano passado ele defendeu três cobranças de pênalti pelo Atlético Paranaense, nos jogos contra o Avaí, Santos e Internacional.

Recentemente Weverton foi marcado pela ótima regularidade e ser importante com defesas decisivas, e o goleiro contou com uma pequena 'campanha' dos companheiros do Atlético Paranaense para que ele chegasse na seleção, depois de algumas boas atuações pelo time rubro-negro. O atacante Walter, que é o capitão da equipe paranaense, comentou que a convocação de Weverton é muito merecida e ele é um dos melhores que o atacante já jogou contra ou atuou no mesmo time.

Qual a chance de Weverton ser um dos destaques da Seleção Brasileira nas Olimpíadas na sua opinião?



 Escrito por DEDA - André Dutra às 07h39 [] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 


 
 




Revista Placar
BOL - E-mail grátis
UOL - O melhor conteúdo
A semana de Ibitinga
VaiCorrendo.com (Rafael Gonçalves e Tiago Tibério)
Futebol em números (Rodolfo Rodrigues)
Bundesliga (futebol alemão por Gerd Wenzel)
Blog do PVC (Paulo Vinícius Coelho)
Hitchcock Brasil (Tiago Di Tullio)
Blog do Abilio Diniz
 
 

Dê uma nota para meu blog

 
UOL